Como ter hábitos saudáveis sem ser chato


Sabe quando algum amigo seu começa a trabalhar os hábitos alimentares, começa a ter escolhas mais ecológicas e mais conscientes sobre o planeta e acaba virando um disco furado que você não aguenta mais ouvir?
Eu não sou essa pessoa. Eu mudei sim de vida nos últimos meses e quase não tenho falado sobre isso, justamente porque não quero ser essa amiga chata disco furado. Mas por outro lado, todas as mudanças que venho passando tem me deixando tão bem e tão em paz, com uma energia tão boa... que acho um pouco de egoísmo não compartilhar com vocês, principalmente tendo este canal de comunicação tão aberto com quem me segue. Lá no instagram @beautyfull_blog eu acabo mostrando um pouco mais do dia a dia então fica mais fácil para quem quer acompanhar minhas viagens, minha alimentação, meus exercícios (físicos e mentais), etc.
Por isso neste post vou falar de um modo geral sobre as mudanças que tenho notado na minha qualidade de vida depois que fiz algumas (simples) alterações no que consumo – e isso está relacionado tanto à alimentos quanto à informação, séries, filmes, pessoas, etc – e no modo de ver todas as situações. Por exemplo, faz uma semana que comecei a praticar Yoga e o que mais se fala nas aulas e nos vídeos é sobre quando seu corpo chegar ao nível de chamar pela prática. Eu nunca fui nem 10% uma pessoa focada em atividades físicas, eu não curto academia, não tenho nem muito fôlego para determinadas atividades ao ar livre e sempre tive muito medo de me machucar. Mas depois de alguns dias praticando yoga eu tenho sentido essa necessidade de estar em movimento o tempo todo. Eu simplesmente levanto, tomo meu café, medito (e isso é algo que vou falar sobre também) e logo em seguida meu corpo começa a pedir por movimento, por gastar energia, por explorar a cidade, sair de bicicleta, caminhar, fazer qualquer coisa, e isso nunca tinha me acontecido antes, eu amo dormir, eu sou hiper preguiçosa, mas algo tem mudado dentro de mim e eu tenho sentido os resultados positivos bem claros depois da yoga.
Todo mundo sabe que yoga não é só sobre corpo e respiração, mas também sobre a mente e acho que é nesse aspecto que a chave está virando na minha cabeça: hoje eu sito que harmonizar corpo e mente é algo que eu não fazia há muito tempo (se é que um dia cheguei a fazer). Descobri que a resposta para todas as minhas dúvidas e preocupações – que são muitas – estão dentro de mim e basta harmonizar meu ser para encontra-las.

É claro que apenas a yoga não vai poder fazer milagres se você também não ajudar e não trabalhar outros aspectos da sua vida como alimentação e consciência ecológica. EU SEI que é difícil fazer tudo isso vivendo na correria do dia a a dia, com mil coisas para fazer e sem tempo de pensar em práticas que são consideradas luxo para quem não tem tempo. Mas sabe de uma coisa, eu descobri que luxo mesmo é conseguir dar conta de tudo o que a gente precisa dar conta em 24 horas.

Aprendi também que se você gastar 40 minutos da sua manhã, nem que você tenha que acordar mais cedo para isso, praticando meditação, respiração e yoga, dedicando-se a preparar um café da manhã saudável e completo, vai fazer toda a diferença no desempenho do seu dia. Encare como um investimento de tempo: 40 minutos “gastos” com isso que citei acima, farão você se concentrar melhor, se estressar menos, raciocinar mais claramente e acredite: tudo vai fluir muito mais fácil nas próximas horas do dia. 

A alimentação consciente também tem me ajudado demais a me sentir mais leve e melhor. Cortar a carne não foi um processo rápido nem fácil (e ainda não posso dizer que cortei completamente) apesar de já ter reduzido para, no máximo, 3 vezes por mês o consumo de carne branca e nada de carne vermelha nesses últimos dois anos. Hoje, quando como sinto meu corpo muito mais pesado todo o dia trabalhando para digerir, nem imagino como seria se ingerisse carne vermelha.

Outra coisa é, sempre que possível, optar por alimentos orgânicos ou plantados por você. Onde estou atualmente temos uma horta incrível e tem sido a melhor experiência do mundo poder comer alimentos tão puros e tão naturais. Sei que nem sempre são baratos de comprar nos mercados e muitas vezes não sabemos a real procedência mas, sempre que puder, opte pelos orgânicos ou crie sua própria horta. Dedicar amor e tempo no crescimento de alimentos que você e sua família vão consumir é uma verdadeira medicina.

A partir daí vai ficando mais fácil ter mais consciência sobre tudo ao seu redor: a natureza nos dá tudo o que a gente precisa. Não precisamos de sacolas plásticas, nem de canudos, nem de junk food (apesar de que sou super a favor da gente se entregar a esses “pecados” às vezes, quando sentimos vontade), porque tudo precisa de um equilíbrio, não adianta ser super natural e hippie das plantinhas se você vive morrendo de vontade de comer um lanche ou algo do tipo. A ideia não é ser um consciente fake, mas sim encontrar um equilíbrio entre tudo, e cada pessoa tem seu próprio ponto de equilíbrio, tudo o que estou contando aqui nesse post funcionou PARA MIM, é um guia que pode te ajudar a encontrar o caminho para seu próprio equilíbrio. Eu levei quase dois anos para chegar onde estou, por isso não pense que é um caminho rápido, pois você precisa testar o que funciona e o que não funciona para seu estilo de vida, mas logo você vai ver que os resultados valem a pena. 

Outras coisas que também fizeram toda a diferença no meu dia a dia foram: deixar de ler notícias ruins e tristes sobre coisas que eu não posso mudar – o que não significa fechar os olhos para os problemas, mas sim tomar uma boa distância do que não te agrega nada se você não pode ajudar. Deixei de ver filmes de terror e de muita violência há bastante tempo, isso porque já não gostava e sempre me fazia sentir mal e me deixava com uma energia muito ruim durante um bom tempo, então simplesmente cortei! Existem tantas séries e filmes bons que te fazem sorrir, porque não focar neles? Evitar passar a vida assistindo Netflix também é outro ponto, lembre-se: tudo com equilíbrio. Me cercar de pessoas com boa energia para compartilhar e ter boas conversas sobre assuntos que você gosta também são um combustível para ter um bom dia.

Claro que ainda faltam muitas coisas que preciso mudar, por exemplo eu adoraria parar de tomar café, ou tomar menos, ou pelo menos tomar sem açúcar, mas sempre que tento tenho muita dor de cabeça. Conforme você vai testando todas essas coisinhas você vai descobrir o que funciona melhor para você, então quero propor um trato: vamos tentar juntos por uma semana a colocar em prática todas essas coisas que contei acima. Depois desses sete dias quero que você me conte lá no instagram os resultados e se você pretende continuar nessa mudança de hábitos, combinado?

Deixo alguns links que podem te ajudar conhecer mais detalhadamente sobre tudo o que citei aqui e você também pode acompanhar meu dia a dia com dicas e “vida real” la nos stories do @beautyfull_blog.

É assim que a gente faz um mundo melhor, começando de dentro para fora. Que tal irmos juntos? ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

INSTAGRAM: @beautyfull_blog