Sua vida já está quase no meio, é assim que você quer viver a outra metade?

Eu fui viajar porque estava cansada! Cansada da vida que eu levava, da rotina chata, dos relacionamentos que não davam certo... Eu não tinha muito dinheiro, só uma pequena reserva que estava guardada caso eu precisasse voltar correndo ou se algo desse errado. Mas cabei usando a reserva no primeiro mês de viagem e depois fui vivendo só com o que ganhava por mês com meu trabalho na internet e com alguns trabalhos que ia fazendo pelo caminho.
Mudar de vida, sair daquela rotina que estava me colocando em depressão era uma questão de necessidade e de acordar para a realidade: nada naquela posição que eu estava me fazia feliz, nada me prendia... então porque continuar? Coloquei a mochila nas costas, me despedi de amigos e família e fui, mesmo sem saber exatamente se estava fazendo a coisa certa, se ia funcionar, se eu teria dinheiro para sobreviver. Tamanha foi minha surpresa quando tudo começou a dar MAIS do que certo durante a viagem, tudo estava conspirando a meu favor, e foi aí que eu entendi que só é preciso começar. O primeiro passo é essencial para o universo entender o tamanho da sua vontade de mudar, depois disso as coisas meio que fluem naturalmente e você aprende a confiar no próprio instinto.
A vida mudou e, junto com ela, meu humor, minha saúde (física e mental), minhas relações com as pessoas, não apenas as amorosas, mas o jeito de olhar o outro e me comunicar, ultrapassando todas as barreiras culturais. Eu descobri que é isso que faz sentido na vida, não viver estressado em um trabalho que a gente nem curte tanto só porque “é assim que as coisas são”, com círculos de amizades que não nos agregam nada, com competições desnecessárias, com mesquinharia, com materialismo... Não dá mais pra aceitar um mundo assim, a gente precisa mudar se quer ser genuinamente feliz. Pode parecer texto de motivação, mas se você parar pra pensar: porque será que a gente precisa tanto desses textos nos dizendo que a vida vai melhorar, sendo que só depende da gente?
Vamos começar hoje, não dizendo pra largar tudo e cair no mundo (nem eu fiz assim), mas comece a repensar suas relações, as pessoas que você convive. Avalie se no final do dia você está grato por mais um dia maravilhoso ou se a gratidão é só por ele ter finalmente terminado. Até quando você quer viver assim? Faça algo por você e esqueça um pouco o que as pessoas vão pensar. Viva a vida que VOCÊ QUER, ela é única e já está quase na metade!

2 comentários:

  1. Nathi ! Admiro tanto você! Contei sobre o sua experiência com umas amigas da minha irmã. Menina foi um sucesso absoluto todas ficaram maravilhada com a suas aventuras. Se você ainda estiver aqui em Araçatuba; e tiver um tempinho gostaria de combinar de nos encontrar em um café para um bate papo. Fico no aguardo !
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina do céu! Se identifique que eu quero muito hahahaha
      Eu to indo semana que vem já, nao sei se daria tempo, mas me fala quem é vc? *-*

      Excluir

Tecnologia do Blogger.

INSTAGRAM

@nathaliageneroso