Nova coluna: Psicologia com Jéssica Storti

15:32

Temos uma nova colunista no blog meninas! A Jéssica Storti é formada em psicologia e vai nos ajudar, com seus textos sobre o tema, a entender um pouquinho sobre esse universo tão amplo e complexo. Além disso, a moça vai trazer questões do dia a dia para refletirmos e buscarmos nosso equilíbrio interior! :D Hoje, ela trouxe um texto sobre o que é a psicologia e quais as dúvidas mais frequentes que a maioria das pessoas têm.
O psicólogo é um profissional com formação em psicologia, cujo curso tem duração de cinco anos. É capacitado para lidar com a saúde mental, visa minimizar o sofrimento do ser humano e promover a qualidade de vida. Tem o dever de realizar um trabalho pautado na ética, assegurando o sigilo e garantindo ao paciente uma postura livre de qualquer preconceito e julgamentos. Existem muitas dúvidas e preconceitos em relação ao psicólogo e seu trabalho por isso, separei algumas das mais comuns e importantes para esclarecer.

"Somente loucos vão ao psicólogo"
Muitos tem um preconceito muito grande acerca do psicólogo, alegam não precisar, pois não são "loucos". Pois bem, o psicólogo não trabalha apenas com as patologias mais severas. Problemas como depressão, ansiedade e estresse, por sinal muito comuns atualmente, precisam de tratamento e muitas vezes são ignorados e vistos como frescura. Portanto, em algum momento da vida precisaremos de um profissional que nos auxilie a compreender e passar por certas dificuldades.

"Quando devo procurar um psicólogo?"
A partir do momento em que há necessidade de escuta, sentimentos confusos e dificuldade em lidar com situações que antes eram comuns, é preciso procurar ajuda profissional. Quando nem mesmo o ombro do melhor amigo é o suficiente para oferecer ferramentas para lidar com o que está acontecendo, é indicado procurar uma pessoa neutra, que possa auxiliar na compreensão e através das técnicas adequadas, ajudar na resolução dos problemas.

"O psicólogo também receita remédios?"
Não. O psicólogo não está capacitado para isso. O que pode ser feito, é o encaminhamento para um profissional adequado, no caso, um Psiquiatra, que tem formação em medicina. Desta forma, é possível realizar um trabalho multidisciplinar entre ambos profissionais para que haja melhora da queixa do paciente.

"Devo contar tudo ao meu psicólogo?"
Não existe uma regra do que se deve contar ou não, apenas deve ser considerado tudo que for relevante e pertinente ao tratamento. O que estiver relacionado à queixa que leva a pessoa a procurar acompanhamento psicológico.

"O psicólogo vai resolver todos o meus problemas?"
Não é papel do psicólogo resolver os problemas de seus pacientes. O psicólogo deverá, através de técnicas adequadas, auxiliar o paciente a buscar a melhor forma de lidar com as situações e compreender o que está acontecendo. A terapia só terá efeito se o paciente estiver empenhado, sendo o psicólogo apenas um facilitador.
Lembrando que, é importante sempre verificar se o profissional possui licença para atuar e se trabalha de acordo com as normas. Caso necessário, verifique o número de seu registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP) ou procure se informar com conhecidos que já passaram por ele, assim terá as informações necessárias.
Jéssica Storti Cirino
Psicóloga - CRP: 06/119524

Acho que você vai gostar:

0 | Comente!

Tecnologia do Blogger.

Fotos do Instagram